SÃO PAULO | Fraudadores do bilhete único na capital cobram R$ 2,50 de passagem

13/01/2017 0 Por Notícias Portal InterBuss

Reprodução da TV Globo

Fraudadores de bilhete único seguem atuando em terminais e estações de São Paulo, informou o SPTV. Esse crime é apontado pela São Paulo Transporte (SPTrans) como a principal causa do bloqueio de 90 mil cartões nesta semana.
A reportagem do SPTV flagrou a ação dos criminosos. Em um dos flagrantes, um jovem de bermuda e camiseta azul age sem ser incomodado na Praça do Correio, no Centro. Entre um ônibus e outro, ele oferece a passagem por R$ 1,30 a menos do que o preço original.
Com vários cartões na mão, ele comete a fraude: após receber o dinheiro do passageiro, entrega um bilhete que foi carregado por meio fraude. Assim que o passageiro passa pela catraca, o cartão é devolvido pela janela do ônibus.
Na entrada do Metrô Tatuapé, na Zona Leste, há vários fraudadores em frente à bilheteria. Eles oferecem a passagem o tempo todo. Uma delas tem até bordão: “Comigo é mais barato e sem fila, hein? Passagem mais baratinha é com a tia Amelinha, hein?”
O “passa-passa” de cartões acontece na frente de todo mundo, inclusive de seguranças e funcionários do Metrô.
Bloqueios
As fraudes foram a justificativa da SPTrans para bloquear 90 mil cartões sem nenhum tipo de aviso aos passageiros. Nesta tarde, o secretário de Mobilidade e Transportes da capital disse que esse processo de investigação ainda vai demorar.
“Isso ainda depende do desenvolvimento do projeto, de inteligência de software, mas acredito que de 12 a 16 semanas a gente vai ter alguma novidade que vai travar essa possibilidade de fraude”, disse Sérgio Avelleda.
O secretário também admite que um houve um excesso de bloqueios, mas considera a medida inevitável. E foi justamente esse excesso mencionado pelo secretário que fez uma multidão lotar o único lugar da cidade onde é possível tentar resolver o problema: a sede da SPTrans, na Rua XV de Novembro, no Centro. Durante a tarde, o movimento ficou mais organizado.
O posto da SPTrans vai funcionar em horário especial nesta sexta: das 6h às 20h. Sábado e domingo também vai ter atendimento: das 9h às 18h. A Secretaria de Mobilidade e Transporte disse que vai fazer uma campanha de conscientização para que a população não caia no golpe da passagem mais barata.
Já sobre a ação de fraudadores em estações, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) diz que faz fiscalizações. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) disse que no último bimestre 19 pessoas foram presas por participar de fraudes no sistema do bilhete único.

• Com informações do G1 SP