INTERBUSS | Porque transporte é vida! | Página principal Missão e valores Anuncie! | Ônibus de Campinas

VOTE NO PRÊMIO INTERBUSS 2017! CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR

 GOIÁS | Governador diz que não vai reajustar tarifa de ônibus

Por: Notícias Portal InterBuss / Portal InterBuss
O governador Marconi Perillo (PSDB) anunciou em suas redes sociais nesta quarta-feira (17) que não haverá aumento das passagens de ônibus. O político explicou que o estado deve arcar com 100% dos custos do Passe Livre Estudantil para que as empresas de transporte coletivo possam reajustar os salários dos trabalhadores sem alterar a tarifa paga pelos passageiros.
“Há dois anos fizemos um acordo com as prefeituras da Região Metropolitana de que o governo de Goiás arcaria com 50% da gratuidade do Passe Livre Estudantil e as prefeituras com os outros 50%. Como as prefeituras não conseguiram, haveria a necessidade de se aumentar o preço da passagem para que as empresas pudessem pagar os aumentos salariais dos trabalhadores. […] Em compensação, as companhias de ônibus não vão aumentar o preço da tarifa, que fica congelada nos atuais R$ 3,70”, explicou o governador.
Também conforme o comunicado do governador, as empresas se comprometeram a investir na qualidade do transporte coletivo da Região Metropolitana. Outro compromisso firmado entre as partes, foi que as companhias instalariam 1.061 câmeras de segurança no Eixo Anhanguera, sendo 727 nos ônibus, 258 nos terminais e 76 nas estações de embarque.
“Todas [as câmeras serão] interligadas com a Secretaria de Segurança Pública, para que as nossas polícias possam acompanhar em tempo real a movimentação nos terminais”, afirmou.
A Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) informou à TV Anhanguera por telefone que terá uma reunião com o governo nesta quinta-feira (18), quando serão discutidas as questões citadas pelo governador.
A TV Anhanguera também entrou em contato com a RedMob e aguarda um posicionamento do órgão.
Reajuste
O presidente da CDTC, Gustavo Mendanha, havia condicionado o aumento da passagem de R$ 3,70 para R$ 4 à melhoria na qualidade do transporte coletivo. O pedido do reajuste foi feito pela Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) após estudo.
O cálculo já foi aprovado pela Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR), mas ainda precisaria passar pelo crivo da CDTC. A câmara é composta por 11 integrantes, entre membros de prefeituras, governo, Assembleia Legislativa e Câmara Municipal.

• Com informações do G1 Goiás.


 VEJAMAIS


INTERBUSS | Porque transporte é vida! | Página principal Missão e valores Anuncie! | Ônibus de Campinas