INTERBUSS | Porque transporte é vida! | Página principal Missão e valores Anuncie! | Ônibus de Campinas

 Motorista fica prensado na porta de micro-ônibus e morre em Volta Redonda/RJ

Por: Notícias Portal InterBuss / Portal InterBuss

O motorista de um micro-ônibus da Tursan, empresa que trabalha com serviço de fretamento, foi encontrado morto no início da manhã desta terça-feira, na Rua 719, no bairro Casa de Pedra, em Volta Redonda. O corpo de Carlos Henrique Alves da Cunha, de 47 anos, estava preso à porta do veículo e a suspeita é que ele tenha sido imprensado, não conseguindo afastar a porta, morrendo asfixiado. A perícia da delegacia de Volta Redonda esteve no local. Uma lesão no lado direito do peito da vítima aparentemente indica a marca da lesão causada pela pressão da porta sobre o corpo. A causa da morte, no entanto, será será de fato esclarecida no exame de necropsia.

O motorista foi visto preso à porta por volta das 6 horas por pessoas que passavam pela rua, que fica nos fundos de um posto de combustíveis às margens da Rodovia dos Metalúrgicos, próximo ao hospital da Unimed. Um frentista que ajudou a retirar o corpo do motorista disse que eles acreditavam que ele ainda estivesse vivo, mas ele já estava morto. “Todo dia ele parava por volta deste horário ali”, disse o frentista, que pediu para não ter o nome divulgado.

Um representante da empresa, que tem escritório em Resende, disse que não tinha autorização para dar
informações. Porém, conversando com o perito, ele afirmou que o motorista pode ter deixado a chave de controle da porta na posição de fechar, ligado o ônibus e iniciado uma checagem habitual do veículo com a porta aberta. Ao descer, ele pode ter sido surpreendido pelo movimento da porta, causado pelo enchimento do compressor de ar que movimenta a peça. Com o compressor cheio, a pressão pode ter sido forte o suficiente para que ele que ele não conseguisse afastar a porta. O perito, por várias vezes, solicitou que fossem feitos a abertura e fechamento da porta nas condições em que se acredita que o acidente ocorreu.

Cunha, como era conhecido, trabalhou por muitos anos na Viação Elite, disseram amigos que estiveram no local, incrédulos como pode ter sido a morte dele. O motorista morava no Conjunto Habitacional Vila Rica, que fica próximo do local. Até o momento da publicação desta nota, o corpo ainda não havia sido removido para o Instituto Médico Legal (IML), em Três Poços.

• Com informações do jornal O Regional.

 



 VEJAMAIS


INTERBUSS | Porque transporte é vida! | Página principal Missão e valores Anuncie! | Ônibus de Campinas