Confira as linhas em que irão circular os novos ônibus com ar condicionado em Maringá/PR

Confira as linhas em que irão circular os novos ônibus com ar condicionado em Maringá/PR

20/02/2018 0 Por Notícias Portal InterBuss

• Com informações do Maringá Post.

Os seis novos ônibus do transporte coletivo de Maringá, apresentados oficialmente no fim de janeiro, chamados de “Mega BRT”, começam a ser usados efetivamente até a primeira semana de março.

Eles começarão a circular com câmeras de segurança, de acordo com a previsão do diretor da Transporte Coletivo Cidade Canção, Armando Roberto Jacomelli.

Os ônibus ainda não entraram em circulação pela necessidade de ajustes técnicos relacionados à documentação e revisão.

As linhas selecionadas para receber os veículos, que têm com 15 metros de comprimento, são equipados com ar-condicionado e possuem capacidade para transportar 95 pessoas  são: 008 – Interbairros 1, 022 – Conjunto Guaiapó, 137 – Conjunto Hermann M. de Barros, 152 – Cj. João Paulino, 177 – Parque Itaipu / Jardim Ebenezer e 201 – Iguatemi.

O critério utilizado pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) para a escolha das linhas foram a demanda e a geometria das vias.

“Apesar de algumas linhas passarem por grandes avenidas, ao entrar nos bairros, os ônibus passam por vias pequenas, o que impede a circulação. Não teríamos como alterar o itinerário. Por isso, foram selecionadas linhas em que o BRT poderá circular tranquilamente”, explicou a gerente de planejamento de transporte coletivo da Semob, Fabiane Pradella.

Câmeras de segurança com resolução HD

Quem utiliza o transporte coletivo como meio de locomoção já deve ter notado a presença de câmeras de segurança no teto de alguns veículos. A previsão de Jacomelli é que até o final de fevereiro todas as câmeras estejam em funcionamento.

As câmeras são fabricadas pela Mais Empresas Telecomunicação e Segurança, empresa instalada há 12 anos em Maringá.

Com pouco menos de dez centímetros, os equipamentos gravam com resolução HD e tem grau de proteção IP 66, o que significa que são resistentes à água, poeira e ao vandalismo.

De acordo com a empresa, a tecnologia é a mesma utilizada em ônibus do transporte coletivo de grandes cidades como Londres e Dubai.

Cada ônibus contará com quatro câmeras, que terão as imagens armazenadas em um gravador que ficará no próprio ônibus. Ativada por detecção de movimento, o gravador comporta dois cartões de memórias.

A capacidade de cada um varia de 32 gb a 128 gb. O cartão com menor capacidade chega a gravar por cinco dias. Se forem usados dois cartões de 128 gb, o armazenamento chega a 40 dias.

Apesar do longo tempo de gravação, Jacomelli diz que as imagens serão descarregadas ao final do expediente, todos os dias, e serão armazenadas em local seguro.

Além das imagens, o gravador conta com um GPS embutido, o que torna possível acompanhar a localização e a velocidade dos ônibus.

“Acreditamos que o usuário irá se sentir mais confortável. E se ocorrer alguma ocorrência mais grave, a Guarda Municipal ou a polícia poderão resgatar as imagens para coletar pistas ou provas”, diz Fabiane.