Funcionários da Eliz-Line Turismo paralisam atividades por falta de pagamento de salário

Funcionários da Eliz-Line Turismo paralisam atividades por falta de pagamento de salário

07/02/2018 0 Por Notícias Portal InterBuss

• Com informações do G1 Bauru.

Motoristas de ônibus paralisaram as atividades na manhã desta terça-feira (6) em Lençóis Paulista (SP). Cerca de 50 funcionários fazem o ato em protesto pelo atraso no pagamento dos salários.

Segundo os trabalhadores, são dois meses de atraso e também não foram pagos o vale-refeição e as férias. Eles alegam ainda que só receberam o décimo-terceiro porque uma das empresas que contrata o serviço de fretamento fez o pagamento.

A empresa Eliz-Line presta serviços de transporte coletivo em Lençóis Paulista e também privado para usinas da região. O representante da empresa, Benilton Visita, disse em entrevista ao TEM Notícias que a empresa não tem como manter os funcionários.

“Não há muito mais o que fazer pela empresa, os contratos que a gente tirava o valor para manter o coletivo se encerraram e a gente não tem como fazer o repasse. São 126 pais de família praticamente desempregados.”

Segundo informações dos funcionários, 12 ônibus fazem o transporte coletivo em Lençóis Paulista. No total são 89 veículos e 120 funcionários trabalham na empresa.

Nesta terça-feira, nenhum dos veículos saiu, nem do transporte coletivo e nem do fretamento que atende sete cidades das região. São elas: Agudos, Macatuba, Pederneiras, Quatá, Rancharia, Bariri e Bauru.

Em nota, a prefeitura de Lençóis Paulista informou que assim que tomou conhecimento da greve iniciou um procedimento para solucionar a questão dentro de 48 horas.

A nota informa ainda que membros do departamento jurídico e departamento de trânsito foram até a empresa para fazer um termo a fim de suspender o contrato de concessão para viabilizar uma contratação emergencial de outra empresa.

Reclamações

No texto, a prefeitura ressalta também que há meses vem notificando a empresa por conta de problemas de infraestrutura denunciados pelos usuários do serviço.

De acordo com a nota, após ser comunicada por usuários em relação aos problemas com a concessionária do serviço, a Prefeitura passou a tomar todas as medidas legais e contratuais cabíveis, respeitando prazos e dando a oportunidade para que a empresa corrigisse os problemas.

No entanto, as solicitações não foram atendidas e foi aplicada uma multa à empresa de R$ 125 mil. Havendo prazos para a tomada de outras medidas como intervenção e perda da concessão.

Ainda segundo a administração municipal, “os problemas na prestação dos serviços decorrem de longa data e, a fim de evitar a perda de postos de trabalho, a prefeitura deu à empresa todas as oportunidades previstas em lei para adequação. Infelizmente as oportunidades não foram aproveitadas e a população acaba sendo a maior prejudicada. Por isso, diante da situação, a Prefeitura de Lençóis Paulista garante a regularização da situação dentro de 48 horas.”