Prefeitura de Itaquaquecetuba retira 20 ônibus da CS Brasil das ruas por falta de itens de segurança

Prefeitura de Itaquaquecetuba retira 20 ônibus da CS Brasil das ruas por falta de itens de segurança

13/03/2018 0 Por Notícias Portal InterBuss

• Com informações do G1 Mogi e Suzano.

Desde a semana passada, 20 ônibus foram recolhidos de circulação em Itaquaquecetuba por determinação da Prefeitura. O motivo, de acordo com a administração municipal, é a falta dos itens de segurança. A administração municipal afirma que as linhas não foram afetadas porque os veículos retirados são repostos por outros reserva.

Segundo a Prefeitura, entre os problemas encontrados estão as lâmpadas queimadas, elevadores sem funcionar, portas soltando borrachas, bancos desencaixados e muita sujeira. A fiscalização ainda checa a documentação do veículo e do condutor.

A CS Brasil, empresa concessionária do transporte público na cidade, informou que “as vistorias realizadas pela Prefeitura são uma rotina e todos os veículos com algum tipo de apontamento já foram reparados e retornaram ao atendimento à população. Além disso, é importante ressaltar que a CS Brasil conta com veículos de reserva para que as linhas não sejam comprometidas quando os reparos são realizados.”

De acordo com a administração municipal, todos os ônibus recolhidos e que passam por manutenção na empresa são vistoriados pelos agentes da Secretaria de Transportes antes de retornarem às ruas. Os carros só são liberados para o transporte caso atendam todas as exigências.

Segundo a Prefeitura, apesar do recolhimento, o serviço não foi prejudicado, já que a empresa é obrigada a substituir os veículos. Ainda de acordo com a administração municipal, a licitação para o transporte público deve acontecer no segundo semestre deste ano.

Investigação

Além da fiscalização promovida pela Prefeitura, a Câmara dos Vereadores abriu uma Comissão Especial de Investigação (CEI) para apurar as constantes reclamações dos usuários do transporte público. A empresa foi chamada para prestar esclarecimentos.

A CS Brasil se pronunciou através de um ofício, segundo o vereador Rolgaciano Fernandes Almeida. “Essas respostas não condizem com a realidade que estamos vivendo em Itaquaquecetuba. Eu já tomei o ônibus algumas vezes, de madrugada e a tarde para acompanhar pessoalmente e posso comprovar que não está funcionando como deveria funcionar. A população está sofrendo muito com esse transporte coletivo prestado pela CS Brasil

Os trabalhos continuam e novas medidas deverão ser tomadas nos próximos dias, de acordo com a Câmara.

Sobre a CEI, a CS Brasil informou que “se for comunicada oficialmente a respeito de uma CEI prestará os devidos esclarecimentos.”