Retomada de corredores em Mogi das Cruzes depende de um novo estudo

Retomada de corredores em Mogi das Cruzes depende de um novo estudo

15/07/2018 0 Por Notícias Portal InterBuss

• Com informações do G1 Mogi.




A retomada dos corredores exclusivos de ônibus em Mogi das Cruzes depende de um estudo da Secretaria Municipal de Transportes. A pasta afirmou que realiza uma série de análises para melhoria da segurança e fluidez do trânsito na cidade. Entre eles está a volta dos corredores que começaram a ser implantados em 2013, mas que ficaram em operação por pouco tempo.

Por enquanto, a secretaria criou uma faixa preferencial na Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco. Como não é um corredor exclusivo, os motoristas que continuarem trafegando pela faixa da direita não serão multados.

Ao todo, a partir de 2013, foram implantados 2.637 metros de faixa exclusiva para ônibus em Mogi. Além da Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco, também tinham sido contempladas a Fernando Costa, Rua Ipiranga e um trecho da Rua Presidente Campos Sales. Na época, a Prefeitura alegou que a implantação atendia ao plano de mobilidade do governo federal para cidades com mais de 20 mil habitantes.

Em 2014, policiais militares chegaram a multar os motoristas que usavam o espaço destinado aos coletivos. Mas a medida não durou mais de 20 dias e a Prefeitura suspendeu as autuações por causa de obras na área central da cidade: primeiro o alargamento das calçadas na Rua Professor Flaviano de Melo e depois a obra do Complexo Viário Jornalista Tirreno Da San Biagio, que terminou no início desse ano.

Segundo a Prefeitura, o que existe nesse momento na maior parte da cidade são faixas comuns de trânsito. A Secretaria de Trânsito destaca que tem observado um comportamento positivo por parte dos motoristas, respeitando as faixas que antes eram destinadas ao transporte coletivo.

Atualmente, a frota do transporte coletivo da cidade é composta por 244 ônibus. No total a cidade tem uma frota registrada de 2.719 ônibus, 170.805 automóveis, 35.440 motocicletas e 8.914 caminhões.

Os estudos de mobilidade urbana da Secretaria de Trânsito resultaram inicialmente em uma série de medidas voltadas para o pedestre.

A Prefeitura informou que em maio foram feitas várias ações para segurança do pedestre, como colocação de semáforo na Rua Santana e na frente da Estação Estudantes, além de tempo de passagem em cruzamentos como da Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco com Brás Cubas e Deodato Wertheimer com Ricardo Vilela.

A administração municipal completou que dentro desse cronograma está o estudo com diferentes temas voltados à mobilidade, entre eles o da faixa de ônibus. Segundo a Prefeitura, a intenção é ver a viabilidade de ter faixas em alguns pontos da cidade e o levantamento deve definir isso.