Bicicleta elétrica como meio de transporte sustentável e econômico

Bicicleta elétrica como meio de transporte sustentável e econômico

02/08/2018 0 Por Redação

Os gastos com combustível e manutenção, passagens de ônibus, metro e estacionamento, tem posicionado bicicleta elétrica como uma alternativa de modal barato em relação aos demais meios de transporte, além da sustentabilidade Com o preço dos combustíveis batendo na casa dos R$ 4,00 / litro, o consumidor tem mudado os hábitos para reduzir gastos.

Comparando os gastos – não apenas de gasolina, como também de estacionamentos e outras despesas – é muito mais saudável e vantajoso se deslocar de bicicleta pelas grandes cidades.

Em busca de uma alternativa mais econômica com o objetivo de “aposentar o carro” e enxugar o orçamento, Álvaro Baldini de Indaiatuba, apostou na bicicleta elétrica como meio de transporte para o seu filho, de 17 anos. “Com a aquisição da e-bike, além da economia no final do mês, permitiu que meu filho se tornasse mais independente. Foi um excelente investimento, afirma.”

“Escolhi a bicicleta com pedal assistido que pudesse atender às minhas necessidades. Diariamente percorro entre oito e nove quilômetros para ir ao curso e estágio e o resultado é surpreendente. Além da mobilidade, pedalar em uma e-bike além de ser muito mais econômico do que o carro, me trouxe uma liberdade inigualável e independência, não troco por nada”, destaca Bruno.

Caio de Andrade Cesar também optou pela compra de uma bicicleta elétrica. Morando em Pinheiros, ele utiliza a e-bike diariamente como meio de locomoção e o resultado está sendo muito positivo.

“O diferencial na hora da decisão da compra foi o preço, qualidade e vantagem do seguro, sem contar na economia dentro do orçamento, que faz toda a diferença”, diz.

Foi pensando no público que quer pagar menos para se locomover que a EBMS (Empresa Brasileira de Mobilidade Sustentável), com a marca Pedalla disponibiliza para o mercado e-bikes como uma alternativa eficiente de transporte, que promove a prática esportiva e econômica.

De acordo com José Eugênio Pinheiro, diretor da empresa, “…andar de bicicleta elétrica é um exercício individual que traz inúmeros benefícios ao corpo e mente, contribuindo para o avanço da mobilidade focada em sustentabilidade e bem-estar.”

A decisão de escolha de uma bicicleta elétrica, segundo o diretor, vão desde fatores ambientais a econômicos.

Ela não emite poluentes, ruídos, não é preciso habilitação, pagar IPVA, nem estacionamento, além de diminuir o tempo no trânsito.

“Nós sabemos que os brasileiros estão aos poucos aderindo a um modelo de vida mais saudável e à bicicleta também. Queremos fazer a diferença, oferecendo para eles um transporte que possa juntar essas duas pontas.”, destaca.

Diferente da moto e do carro, a bicicleta elétrica possui fonte de energia limpa, além de poder ser recarregada em qualquer lugar em uma tomada comum.

Essa praticidade tem atraído cada dia mais adeptos.

As e-bikes têm tudo para cair no gosto da população brasileira por oferecerem facilidades à locomoção no dia a dia e economia com combustível, além de contribuir com a saúde.

De acordo com Francisco José Macedo, proprietário da Mobike, as vendas de bicicletas elétricas tiveram um aumento de 26% nos últimos meses. “Percebemos uma crescente na busca por e-bikes, as pessoas estão mudando seus hábitos, buscando alternativas de transporte mais sustentáveis e econômicas,” comenta.