Ônibus urbanos de Santa Isabel/SP ficam parados por falta de combustível

Ônibus urbanos de Santa Isabel/SP ficam parados por falta de combustível

06/10/2018 0 Por Notícias Portal InterBuss

• Com informações do G1 Mogi das Cruzes.

Depois de quase um mês de uma greve, os moradores de Santa Isabel continuam com problema com o transporte público. O principal problema, segundo quem usa os ônibus, é o atraso. De acordo com funcionários, às 7h desta sexta-feira (5) todos os ônibus ficaram parados porque a empresa não liberou o dinheiro para abastecer a frota.

A dona de casa Adriana Pinheiro da Costa precisou de paciência para esperar o ônibus. “Estou esperando há mais de uma hora e não tenho nenhuma informação do que está acontecendo.”

Pedra José Caraça é babá e ficou quase duas horas no ponto de ônibus, no Centro, para ir ao trabalho. Já para José Oliveira, o problema vai além. “Os ônibus estão velhos, mau estado de conservação, pneu careca e o próprio pessoal que trabalha na empresa reclama que não pagam.”

Os moradores contam ainda que a empresa PEM apresenta problemas há um bom tempo. “Demora para sair e é só de uma em uma hora para os bairros. Ontem estava esperando para ir para o bairro da Cachoeira e era para sair às 20h, mas foi sair só 20h40”, conta Sara Severina de Santana.

No mês passado, os ônibus ficaram parados durante uma manhã inteira porque funcionários fizeram uma paralisação. Motoristas, fiscais e cobradores da empresa cruzaram os braços, porque segundo eles, os pagamentos sofriam atrasos.

Na época foi feita uma reunião com a Prefeitura. “Estamos conduzindo a situação de acordo com a lei. Se nós não respeitarmos os prazos, corre o risco da empresa processar a Prefeitura”, afirma a prefeita Fábia Porto.

Os representantes da Prefeitura mostraram relatórios que apontam que em um mês 33 mil passageiros pagaram R$ 4.20, o que mostra que a empresa arrecada mensalmente R$ 400 mil. O contrato vai até 2030 e a Prefeitura pediu cautela.

Para Verônica Ramalho, que mora no Jardim das Acácias, se a empresa está desrespeitando os moradores desse jeito, o contrato deveria ser rescindido pela Prefeitura. Ela vende produtos eletrônicos e depende de ônibus quando precisa comprar alguma coisa ou entregar encomenda para clientes.

O ponto de ônibus, que não tem nem identificação, fica na porta da casa dela. Por isso ela já viu várias situações preocupantes. “Eu marco horário com cliente e tenho que sair duas horas antes porque não tem ônibus. Quando tem, quebra e a gente tem que ficar esperando. Ir a pé é muito longe.”

Em nota, a Prefeitura de Santa Isabel reforçou que tenta a rescisão do contrato com a empresa Pem Transportes e que todos os procedimentos estão sendo adotados dentro da legalidade. Já a empresa disse, por telefone, que o problema foi resolvido ainda de manhã e os ônibus já voltaram a circular.

A administração municipal informou ainda que comprou novos ônibus nesta semana e que, até segunda-feira, alguns já devem estar rodando e que os problemas nos ônibus acontecem porque a maior parte da cidade é de estradas de terra.