Empresários querem cobrança de segunda tarifa a partir do Terminal de Integração de João Pessoa

Empresários querem cobrança de segunda tarifa a partir do Terminal de Integração de João Pessoa

08/11/2018 0 Por Notícias Portal InterBuss

O sindicato que representa as empresas do Serviço de Transporte Público de Passageiros por Ônibus de Campina Grande (Sitrans) propôs ao Conselho Municipal de Transportes Públicos da cidade que fosse cobrada uma segunda tarifa no valor de R$ 1,65 pelas viagens que começarem a partir do Terminal de Integração.

A categoria alegou que o transporte público perdeu usuários em Campina Grande e que a taxa compensaria a redução. A passagem de ônibus na cidade custa R$ 3,30 e a possível nova cobrança representaria um aumento de mais de 50% do valor atual.

A proposta foi rejeitada pela Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) de Campina Grande. “Para tranquilizar a população, essa proposta não foi aceita pela prefeitura e nem pela STTP. Fomos provocados, mas a nossa posição técnica e operacional é de não aceitar”, garantiu o superintendente Félix Araújo Neto.

Félix Neto disse que a proposta ainda pode ser discutida pelo conselho ou judicialmente. Mas que a discussão deve ficar para 2019, quando também poderão serem discutidas questões como a de linhas sobrepostas.

Transporte público de Campina Grande perde usuários

O transporte público de Campina Grande perdeu cerca de 1,5 milhão de passageiros entre os meses de janeiro e junho de 2018, de acordo com dados da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP). A redução representa a perda de 11% de usuários comparando os primeiros semestres dos anos de 2017 e 2018.

Entre janeiro e junho do ano passado mais de 14 milhões de pessoas usaram o transporte coletivo da cidade. Este ano o número caiu para cerca de 12 milhões. O prejuízo para as empresas de ônibus chega a cerca de R$ 4,9 milhões só no primeiro semestre deste ano.

O gerente de transportes da Superintendência de Trânsito de Transportes Públicos de Campina Grande (STTP), Henrique Castro, pontua algumas situações para que algumas pessoas tenham deixado de utilizar o transporte público da cidade.

“A gente identifica vários motivos para que isso aconteça. O aumento no número de mototaxistas, além do surgimento de transportes clandestinos e por aplicativo”, apontou. Com informações do G1.