Motorista de ônibus da Tinguá é atingido por bala perdida na Rod. Pres. Dutra, em Nova Iguaçu

Motorista de ônibus da Tinguá é atingido por bala perdida na Rod. Pres. Dutra, em Nova Iguaçu

18/11/2018 0 Por Notícias Portal InterBuss

O motorista de ônibus morto com um tiro na cabeça na troca de tiros entre policiais rodoviários federais e criminosos na Rodovia Presidente Dutra, em Nova Iguaçu, tentou salvar os passageiros antes de morrer. Carlos Alberto de Araújo, de 52 anos, deixou mulher e dois filhos.

“Quando aconteceu o tiro, ele teve a preocupação e a força para poder estacionar o ônibus no acostamento, acionou o alerta e ali mesmo foi perdendo as forças e foi caindo devagar e ali ele faleceu”, contou a cunhada dele, Denise Souza.

No começo da noite de sexta-feira (16), ele seguia pela Rodovia Presidente Dutra quando houve um intenso tiroteio entre policiais rodoviários federais e criminosos que estavam em dois carros.

O ônibus guiado por Carlos Alberto, que há mais de seis anos trabalhava na Viação Tinguá, ficou no meio do confronto e um dos tiros o acertou. Ele morreu na hora. O veículo ficou com outras marcas dos disparos. Uma janela, inclusive, ficou destruída.

A Polícia Rodoviária Federal disse que fazia um patrulhamento na rodovia quando abordou um carro com cinco suspeitos. Nesse momento, um outro carro passou atirando contra os agentes, dando início ao tiroteio.

Além de Carlos Alberto, outras cinco pessoas foram atingidas por balas perdidas: o motorista e o passageiro de outro ônibus, um pedestre, o motorista de um carro e a passageira de outro veículo. Todos passavam no local e foram socorridos no Hospital Geral de Nova Iguaçu e estão em estado estável.

Um dos carros usados pelos criminosos foi encontrado no bairro Ambaí, em Nova Iguaçu. Dentro dele estava um menor de 16 anos que usava um colete à prova de balas e acessórios policiais, mas estava ferido. Ele foi socorrido, mas não resistiu. No carro ainda havia carregadores de fuzil e uma pistola.

Cinco homens foram presos. Eles estavam em um outro carro apreendido pelos policiais A PRF encontrou com eles mais cinco pistolas e drogas.

Os policiais informaram que os presos tentaram chegar no Morro da Caixa D’Água, em Queimados. Eles saíram da Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, para levar armas e drogas para a comunidade na Baixada Fluminense.

À noite, um outro homem, apontado pela polícia como integrante do bando preso, foi deixado na porta do Hospital Geral de Nova Iguaçu. Ele estava ferido com quatro tiros no peito.

A polícia disse que o restante do bando que atacou os policiais na Via Dutra conseguiu fugir roubando outros carros na estrada. Um deles foi recuperado perto do local onde os policiais encontraram o carro com o menor ferido.

Os policiais já sabem que os criminosos fecharam outra estrada, a BR-493, e atiraram para parar o tráfego. Um carro foi atingido por dois tiros, mas o motorista não se feriu.

Com informações do G1.