Aeroporto de Los Angeles testa embarque biométrico

Aeroporto de Los Angeles testa embarque biométrico

06/12/2018 0 Por Notícias Portal InterBuss

A Gemalto (Euronext NL0000400653 GTO) anunciou um teste piloto, em conjunto com uma companhia aérea, para fornecer maior conveniência e segurança à experiência do viajante por meio de embarque biométrico no Terminal 4 do Aeroporto Internacional de Los Angeles (LAX). O teste confirmará que as necessidades e expectativas do passageiro sejam atendidas por meio do uso de em detrimento do cartão de embarque tradicional, além de atender aos requisitos do departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) dos Estados Unidos.

O cenário de viagens no mundo está se transformando rapidamente e, com a expectativa do tráfego aéreo duplicar e atingir 7,8 bilhões de passageiros em 2036, as companhias aéreas e os aeroportos estão inovando para satisfazer as novas demandas de governos e consumidores por maior segurança e eficiência. A Gemalto vai atender a essas necessidades com a solução de embarque biométrico usando a tecnologia de reconhecimento facial.
“Ser capaz de usar seu rosto para autenticação, ao invés de um cartão de embarque, não apenas aumenta a segurança, também permite que os passageiros embarquem com mais facilidade e rapidez”, disse Neville Pattinson, vice-presidente sênior de Programas Governamentais da Gemalto. “O processamento de passageiros está mudando mundialmente e estamos satisfeitos por estar na vanguarda dessa mudança, permitindo que nossos parceiros ofereçam serviços e segurança aprimorados com nossas capacidades biométricas. ”

Processo de embarque mais eficiente com alterações mínimas de hardware e infraestrutura para o aeroporto e as companhias aéreas
O programa piloto no LAX é muito flexível no que diz respeito às limitações de espaço e oportunidades futuras de melhoria, pois a solução será integrada à estrutura existente para facilitar o embarque. Os passageiros se aproximarão do portão e receberão a confirmação através de uma tela de computador e câmera, após uma verificação facial dos agentes do Serviços de Verificação de Viajantes do departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras. Depois de verificadas, as imagens capturadas serão apagadas do sistema para garantir a privacidade de todos os passageiros.
Em uma recente reunião de testes biométricos do Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS)², o Live Face Identification System (LFIS) da Gemalto obteve uma taxa de aquisição de sucesso de 99,44% com resultados em menos de cinco segundos, um resultado muito favorável se comparado com a média de apenas 65% no mesmo período de outros fornecedores desse serviço.

Sobre a Gemalto 
Gemalto (Euronext NL0000400653 GTO) é líder mundial em segurança digital, com receitas anuais de € 3 bilhões em 2017 e clientes em mais de 180 países. Nós levamos confiança a um mundo cada vez mais conectado.
De software seguro até biometria e criptografia, nossas tecnologias e serviços permitem que empresas e governos autentiquem identidades e protejam dados, de maneira que fiquem seguros e possibilitem serviços em dispositivos pessoais, objetos conectados, na nuvem e entre eles.
As soluções da Gemalto estão na essência da vida moderna, desde o pagamento à segurança corporativa, passando pela Internet das Coisas. Nós autenticamos pessoas, transações e objetos, criptografamos dados e criamos valor para o software – possibilitando que nossos clientes protejam serviços digitais para bilhões de pessoas e coisas.
Nossos 15.000 funcionários estão distribuídos em 114 escritórios, 40 centros de personalização e de processamento de dados e 35 centros de desenvolvimento de software, localizados em 47 países.
Para saber mais, visite www.gemalto.com.br ou siga @gemaltolatam no Twitter.