Prefeitura de Ilhabela/SP retoma projeto de implantação de ônibus aquáticos

Prefeitura de Ilhabela/SP retoma projeto de implantação de ônibus aquáticos

04/08/2019 0 Por Notícias Portal InterBuss

Com a aprovação do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) para a compra e reforma de flutuantes, a Prefeitura de Ilhabela (SP) retomou o planejamento para viabilizar o funcionamento dos ônibus aquáticos. Abandonados desde 2015, quando foram adquiridos por R$ 4 milhões, a intenção é iniciar a operação de um dos três veículos em sistema de teste, apenas aos finais de semana. A previsão para o início dos testes não foi informada.

As embarcações foram compradas há quatro anos para reforçar o transporte coletivo no arquipélago, mas ficaram abandonadas por falta de estrutura nos pontos de embarque, que são chamados de flutuantes – é neste local que as embarcações têm que atracar.

Em fevereiro deste ano, ainda na gestão do prefeito cassado Márcio Tenório, a previsão era que os três ônibus aquáticos fossem reformados e disponibilizados para os moradores em 90 dias. Com o processo de cassação do político em andamento, o projeto foi interrompido. Tenório deixou o cargo em maio e a vice, Gracinha, assumiu o governo.

O início da fase de testes do novo sistema de transporte ainda depende da compra e reforma dos flutuantes, aprovada na última quinta-feira (1º) pelo Comtur; da reforma das embarcações e da contratação de uma agência operadora.

Após a conclusão dessas etapas, o teste será feito por três meses, inicialmente com um ônibus aquático operando às sextas, sábados e domingos, como transporte turístico gratuito. A ideia é que a embarcação que vai ser reformada primeiro, para o teste, sirva como protótipo para as demais e para o projeto de transporte aquaviário da cidade.

O custo da operação trimestral – que inclui o valor da reforma de uma embarcação, o salário dos operadores, compra de combustível e manutenção – será de R$ 430 mil reais. Ao menos um flutuante será necessário, mas a prefeitura não informou quantos pretende adquirir para fase de teste, nem o valor que vai ser empenhado neles nessa etapa.

Dersa

A Dersa informou que está em contato com prefeitura para o uso dos ônibus aquáticos na travessa no canal de São Sebastião, mas que só irá se manifestar oficialmente após o término das tratativas.

As informações são do G1.