Ônibus urbano de Porto Velho “empaca” em ladeira e faz passageiros subirem a pé

Ônibus urbano de Porto Velho “empaca” em ladeira e faz passageiros subirem a pé

15/10/2019 0 Por Notícias Portal InterBuss

Um ônibus da linha São Francisco que fazia sentido Hospital de Base, em Porto Velho, não conseguiu subir a ladeira da Avenida Farquar, fazendo com que os passageiros deixassem o veículo e continuassem o trajeto a pé. O caso, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (14), ganhou repercussão nas redes sociais.

O problema foi registrado pelo estudante de letras da Universidade Federal de Rondônia (Unir) Wender Queiróz, de 19 anos.

“A maioria das pessoas, assim como eu, estavam indo pra Esplanada, CPA, Sesc/Senac. Por isso achamos melhor seguirmos a pé, já que o horário estava avançado e o próximo provavelmente passaria muito tarde. O último transporte que a gente consegue confiar é no público”, explicou.

Ele estava no ônibus quando ocorreu o problema e, na sequência, postou o caso na sua conta pessoal do Twitter. A postagem, publicada pouco antes das 12h, já tem 31 compartilhamentos e 200 curtidas.

Ao G1, Wender disse que publicou o caso para denunciar a falha. “Há tempos a população sofre sempre que precisa pegar um ônibus”, revelou o estudante.

Também na manhã desta segunda-feira em Porto Velho, um outro estudante da Unir informou à CBN que ônibus estavam parados em um mesmo local da Rua Raimundo Cantuária por possivelmente estarem quebrados. “Tem duas semanas que isso vem acontecendo todos os dias”, disse.

O que diz a Semtran

Por telefone, o secretário Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), Nilton Kisner, confirmou que houve falha mecânica no transporte que parou na Avenida Farquar. Disse ainda que um outro veículo seguiu ao local para dar continuidade ao serviço e que não houve outros transtornos.

“Um pequeno entrave e a substituição por outro ônibus. Mas não a desistência ou paralisação. A apresentação de outro ônibus coaduna com o empenho em manter o sistema rodando”, reforçou Kisner.

Sobre os ônibus na Raimundo Cantuária, o secretário informou que o caso também foi oriundo de um problema mecânico, mas nega que havia mais de um veículo quebrado.

“Um (ônibus) parou, outro foi socorrer para continuar a linha e mais um seguiu ao local para ajudar as pessoas. O trânsito em seguida foi normalizado”, concluiu Kisner.

As informações são do G1.