• 22/10/2020

Prefeitura do Rio já aplicou mais de 2,6 mil multas às empresas de ônibus por tirar veículos das ruas

 Prefeitura do Rio já aplicou mais de 2,6 mil multas às empresas de ônibus por tirar veículos das ruas

• Com informações do G1 RJ.




Um levantamento feito pelo RJTV junto à Prefeitura do Rio descobriu que os consórcios dos ônibus municipais já receberam mais de 2.600 multas por causa das linhas que sumiram e de outras que tem poucos ônibus circulando. E menos de 10% dessas multas foram pagas. Por isso, nada muda. E o passageiro é punido com a falta de condução.

Passageiros esperam e nada de ônibus. E muito menos uma satisfação para saber o que aconteceu, como reclama a aposentada Renata Martins Braga, sentada no ponto de ônibus.

“Tudo o que vai fazer tem de pegar dois ônibus. Ou ir andando”, reclamou a aposentada.

Nem um abaixo assinado, com mais de mil assinaturas na internet adiantou. Duas linhas desapareceram em Laranjeiras, na Zona Sul: a 581 e a 582, que faziam o trajeto entre os bairros do Leblon, Cosme Velho e Urca. Agora, o único jeito para os moradores é andar mais. Ou pegar dois ônibus para chegar no trabalho.

“Agora tem que fazer um caminho muito maior, porque antes pegava o túnel ou voltava do túnel. E agora tem que fazer o caminho inverso para depois chegar lá. Ficou muito maior. A impressão é que a gente está largado, né? Não tem onde buscar, para onde fugir”, diz o biólogo Pedro Daudt.

Nice de Carvalho mora no Grajaú, na Zona Norte. E afirma que a situação por lá não é muito melhor.

“Essa é atual situação do Grajaú: não temos ônibus para trabalhar. A linha 434, que sai num intervalo de dez a 15 minutos, tem os ônibus todos quebrados, sem condições de uso, sem ar-condicionado. A linha 436, incrível, só tem quatro ônibus que vai diretamente para o Leblon. A fiscalização já veio aqui e nada acontece”, reclamou a moradora.

O problema fica ainda pior quando nem a fiscalização parece adiantar. Esse ano, a Prefeitura do Rio multou os consórcios que deixam os passageiros na mão 2.681 vezes. E somente 213 foram pagas. Menos de 10% do total.

Veja a lista das empresas multadas este ano.

  • Consórcio Transcarioca – 893 multas
  • Consórcio Santa Cruz – 620 multas
  • Consórcio Intersul – 569 multas
  • Consórcio Internorte – 496
  • BRT – 103 multas

A média, na cidade, é de 13 autuações por dia.

O auxiliar de escritório Michel Pereira diz que não vê mudança alguma. Nem com a fiscalização.

“Não vejo mudança nenhuma. A fiscalização deveria ser mais efetiva. E não vejo realmente essa fiscalização”, disse Pereiral.

A prefeitura deveria ter recebido, com essas multas, mais de R$ 4 milhões, esse ano. Mas até agora só R$ 362 mil caíram na conta. O presidente da Comissão de Trânsito na OAB diz que em casos assim, quando a fiscalização não funciona, o contrato deve ser revisto.

Notícias Portal InterBuss

Leave a Reply


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/odc/portalinterbuss.com.br/wp-includes/functions.php on line 4669

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/odc/portalinterbuss.com.br/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 111